Skip to main content

A BTG precisava que os seus sistemas de medição de posição da gama IRM400 enviassem dados em tempo real através de várias redes industriais diferentes e encontrou resposta na Anybus da HMS Networks. E isso foi o início de uma magnífica amizade.

A necessidade de aumentar a eficiência do transporte marítimo internacional depende de gruas de alto desempenho para transferir carga contentorizada de forma rápida e segura dos navios para terra. A BTG é uma empresa especializada no desenvolvimento, produção e instalação de sistemas de medição de posicionamento para portos de contentores automatizados. Muito do trabalho da empresa consiste no fornecimento de sensores para permitir a transferência de carga com gruas de navios para veículos guiados automatizados (AGV). Mas a ligação em rede é complexa e exigente. As gruas e os AGV usam frequentemente redes industriais diferentes, no entanto, precisam de transferir dados em tempo real em ambientes exigentes. É aqui que entra a Anybus. A Anybus assume a ligação em rede, permitindo que a BTG se concentre nos sistemas de medição de posicionamento. Esta combinação ajuda a aumentar a eficiência em portos de contentores automatizados.

A BTG é uma empresa neerlandesa especializada em sistemas de medição de posicionamento usados em todos os tipos de gruas e veículos em terminais de contentores automatizados. A BTG tem mais de 25 anos de experiência e os seus produtos estão presentes em todos os principais portos de contentores automatizados a nível mundial.
Entre os principais produtos da BTG destacam-se os sistemas de medição da gama IRM400. Estes foram concebidos para controlar a oscilação, o desalinhamento e a inclinação e, dessa forma, fornecer um controlo exato da posição das vigas transversais de carga da grua e das preciosas cargas.
Concebido como uma série de elementos modulares, o sistema IRM pode ser configurado para muitos tamanhos e tipos diferentes de gruas. O sistema é composto por um transmissor de infravermelhos e uma unidade recetora de alta resolução. O transmissor é montado na viga transversal de carga da grua e o recetor é montado perpendicularmente acima do transmissor. O sistema mede constantemente o ângulo de oscilação da carga suspensa em todas as direções. Mede também o ângulo de desalinhamento da viga transversal de carga e, opcionalmente, o ângulos de caimento e de adornamento.
Para alcançar este nível de controlo dinâmico de cargas multi-toneladas que viajam em três dimensões a alta velocidade, os dados devem ser recolhidos de várias fontes em tempo real e processados imediatamente, para que a posição e a velocidade exatas sejam sempre conhecidas e possam ser ajustadas.

«Temos muita experiência e conhecimento no que diz respeito a sistemas de medição de posição em ambientes industriais exigentes, mas não somos especialistas em redes industriais», explica Daan Potters, diretor de operações da BTG. «Foi por isso que recorremos à Anybus.»

Requisitos de ligação em rede

A BTG precisava de uma tecnologia de ligação em rede que pudesse ser integrada no sensor do sistema IRM, permitindo ao sensor comunicar através de redes PROFIBUS, PROFINET e CANopen. Como a BTG é uma empresa global e em diferentes partes do mundo são usadas diferentes redes, a BTG também precisava da possibilidade de abranger facilmente mais redes no futuro. A solução de ligação em rede também tinha que ser compatível com equipamento antigo, suficientemente resistente para suportar ambientes marítimos e suficientemente rápida para processar comunicação de dados em tempo real.